Atendimento
  • (11) 3221-8034São Paulo
  • (11) 3424-6187São Paulo
  • (21) 3005-1034Rio de Janeiro
  • (31) 2626-1267Belo Horizonte
  • (41) 2626-2104Curitiba
  • (48) 3181-0280Florianópolis
  • (51) 2626-1247Porto Alegre
  • (11) 98399-6897Whatsapp
  • Chat Online
  • comercial@borealled.com.br
  • Segunda à sábado das 09:00 às 21:00 hrs.

Carregando...

Categorias

Cor da Luz
Dimensão
Formato da Luminária
Potência

Preço

Luminárias de Emergência

Encontramos 4 produtos para você!

LUMINÁRIAS DE EMERGÊNCIA

 

luminária de emergência é um item indispensável, obrigatório em alguns casos, para promover conforto e segurança aos espaços.

Sua principal função é iluminar determinado perímetro na ausência de luz natural, bem como, substituir a luz artificial durante falhas no abastecimento de energia.

Esse tipo de luminária é ofertado no mercado com designs diversos, o que não impede o bom uso da tecnologia LED.

Com funcionamento simples e inteligente, os mecanismos de acionamento são acionados imediatamente quando há ausência da luz, de forma autônoma e rápida.

Onde a luminária de emergência pode ser usada?


Hoje, manter luminárias de emergência consigo é providencial, pois com ela poderá usufruir de segurança, especialmente em situações não previstas de falta de energia.

Com processo de instalação simples, as luminárias de emergência podem ser aproveitadas:

 

·        Em qualquer cômodo da casa;

·        Áreas comuns de condomínios;

·        Prédios residenciais e comerciais;

·        Escolas, hospitais, supermercados, cinemas, entre outros;

·        Saídas de emergência de espaços públicos.


Sem contar que é muito eficiente tanto para ambientes internos como externos.


Tipos de luminárias de emergência


Utilizando as luminárias para atender emergências produzidas com a tecnologia LED, você ganha.


Primeiro pelo superávit na economia de energia (que chega a 85%). Segundo porque são luminárias duráveis, alcançando muitas horas de uso sem necessidade de substituição.


E, para escolher o modelo ideal, é fundamental que saiba o tamanho do espaço que deverá ser iluminado, para então definir a potência.


Quanto a forma, o que vale é levar em conta a composição do ambiente (sint0nia com as características) e então decidir por modelos retangulares, redondos ou quadrados.